Óleos essenciais com propriedades antioxidantes

óleos essenciais

Publicado em 15 de outubro de 2018 por

Alguns óleos essenciais possuem uma propriedade incrível. Provavelmente, muitos já ouviram falar sobre antioxidantes e significado deles para o corpo humano. Eles combatem os radicais livres e são capazes de melhorar tanto a saúde como a aparência de uma pessoa. No corpo, os radicais livres se ligam às células, causando sua oxidação e levando a numerosas doenças crônicas.

Existem muitos produtos, vitaminas e fitoquímicos que possuem propriedades antioxidantes. Entre eles, os óleos essenciais se destacam. Eles podem ser usados para manter sua saúde.

A lista de óleos essenciais antioxidantes

 

Existem muitos óleos essenciais que possuem um potencial antioxidante significativamente alto. Como os óleos se dissipam ou são aplicados topicamente na pele, eles, entrando na corrente sanguínea, ajudam a reduzir a carga oxidativa no corpo. Aqui vamos examinar os óleos essenciais antioxidantes mais amplamente conhecidos.

1- Óleo essencial de cravo

O cravo é de longe o melhor antioxidante de todos os óleos essenciais. É mais de 30 vezes mais forte que o mirtilo. Este óleo pode ser usado em receitas de culinária (bolo, chá) ou adicionado a produtos de limpeza.

Eugenol é responsável pelas propriedades antioxidantes desse óleo. Essa variedade de óleo é muito concentrada e forte. Portanto, é usado em pequenas quantidades somente em forma diluída. Este óleo pode ser ingerido.

Publicidade

Além de ação antioxidante, este óleo possui propriedades antibacterianas, antifúngicas e melhora o sistema digestivo.

2- Óleo essencial de orégano

Além das poderosas propriedades antimicrobianas, o óleo essencial de orégano também é um forte antioxidante. Suas propriedades desinfetantes e anti-bacterianas foram usadas pela primeira vez na Grécia antiga. O óleo usado para tratar infecções bacterianas na pele ou feridas, proteger alimentos de bactérias.

Essas propriedades são atribuídas aos compostos fenólicos carvacrol e timol, que têm a capacidade de matar até mesmo as mais poderosas cepas de bactérias.

O óleo pode ser adicionado a molhos de saladas ou loções para aplicação externa. Outra maneira de usá-lo é adicioná-lo ao enxaguante bucal.

3- Óleo essencial de manjericão

Manjericão possui propriedades curativas surpreendentes. Na Índia, por exemplo, é usado para o tratamento de constipação, diarreia, distúrbios do estômago, tosse e feridas. É conhecido por suas boas propriedades antimicrobianas.

Segundo a pesquisa, em comparação com outros óleos, o óleo de manjericão é mais eficaz quando aplicado em pequenas doses.

Esse óleo pode ajudar a prevenir danos causados pelos radicais livres ao sistema cardiovascular, além de reduzir o estresse, que é uma das causas da formação de radicais livres.

4- Óleo essencial de noz-moscada

Publicidade

Óleo essencial de noz-moscada tem sido extensivamente estudado, e os resultados confirmaram suas propriedades antioxidantes.

Como o óleo de cravo, contém também uma grande quantidade de eugenol, que fornece neutralização de radicais livres.

5- Óleo essencial de mirra

Este óleo tem sido usado pelo homem há milhares de anos, mas foi apenas recentemente, que os pesquisadores souberam das suas propriedades antioxidantes. É especialmente útil para prevenir danos no fígado. Os estudos estão em andamento sobre seu efeito nas células cancerígenas.

O óleo de mirra possui ação antimicrobiana e antiparasitária. É útil para a pele e é amplamente usado em cosmetologia como um meio rejuvenescedor, suavizante e tônico.

6- Óleo essencial de camomila

Os compostos terpenóides tornam o óleo essencial de camomila ideal para combater os radicais livres. Em muitos remédios, estes compostos são instáveis. Mas, os óleos essenciais são uma das formas de manter a estabilidade por um longo período.

O óleo de camomila reduz a inflamação, alivia a dor e relaxa. É amplamente usado para aliviar o estresse e como um sedativo.

7- Óleo essencial de rosa

O aroma floral fabuloso desse óleo faz com que seja um ingrediente natural em muitos produtos antienvelhecimento. Ele contém pelo menos 10 compostos químicos que o tornam tão eficaz. Este óleo é um bom antidepressivo.

8- Óleo essencial de coentro

Como o coentro ajuda a controlar os níveis de açúcar e colesterol no sangue, seu óleo pode ajudar a prevenir danos vasculares em nível celular. Esse óleo previne a inflamação crônica causada por danos neurológicos. Estudos estão sendo realizados sobre o uso desse óleo contra o câncer de cólon.

9- Óleo essencial de endro

Os cientistas investigaram e descobriram que este óleo contém mais de 20 compostos fenólicos e bioflavonóides, que atuam como antioxidantes. É o óleo essencial na luta contra distúrbios digestivos. Ele também pode ajudar a impedir danos causados pelos radicais livres, que são consequência de doenças crônicas.

10- Óleo essencial de cedro

Óleo essencial de cedro tem mais de uma dúzia de propriedades beneficiais, incluindo o funcionamento como um antioxidante. Além de suprimir a inflamação da artrite, cicatrização mais rápida de feridas e seu uso como um inseticida natural, o óleo é ideal para combater os radicais livres que causam danos à pele.

Atenção! O óleo de cedro pode ser aplicado apenas externamente e não é destinado para ser ingerido.

11- Óleo essencial de limão

Uma ação antioxidante muito forte deste óleo ajuda a reduzir o crescimento das células cancerígenas do colo do útero.

A presença de compostos antioxidantes, como o limoneno, torna possível usá-lo para muitos outros tipos de câncer, incluindo câncer de mama câncer de e cólon.

12- Óleo essencial de tomilho

O óleo de tomilho pode prevenir cãibras, é útil para o tratamento de infecções do trato urinário, possui propriedades antioxidantes e antimicrobianas poderosas. Pode ser usado como conservante natural de alimentos.

13- Óleo essencial de gerânio

O óleo de gerânio é famoso por suas propriedades calmantes. Ele alivia a ansiedade e elimina a insônia. Pode ser usado para reduzir a inflamação dos gânglios linfáticos e aliviar os sintomas da menopausa.

Este óleo contém fortes compostos antioxidantes e é especialmente útil para diabéticos. Como mostram os estudos, o óleo pode ser usado como um agente anti-hiperglicêmico alternativo e seguro.

14- Óleo essencial de lavanda

A lista de propriedades úteis deste óleo é bastante longa. Entre outras coisas, é usado como um antioxidante. O óleo pode atuar como um modulador do sistema imunológico em resposta ao estresse oxidativo dos radicais livres. Os mesmos compostos antioxidantes conferem-lhe poderosas propriedades anti-inflamatórias.

15- Óleo essencial de canela

Em seu efeito antioxidante, o óleo essencial de canela pode ser colocado no segundo lugar, depois do óleo essencial de cravo. Esse óleo também contém muito eugenol. Ele tem sido usado por milhares de anos para melhorar a digestão e como um tônico. Além disso, ele melhora a circulação sanguínea e regula o açúcar no sangue.

16- Óleo essencial de tanaceto ou catinga de mulata

Esta erva é amplamente distribuída em quase todos os lugares do mundo. Ela cresce ao longo de estradas e em terrenos baldios. É usado para tratar queimaduras, picadas de insetos e doenças de pele, como psoríase ou eczema.

Dissolvido em um óleo transportador, ele é usado topicamente na pele.

17- Óleo essencial de alecrim

Ajuda a lidar com a ação oxidativa dos radicais livres, ativando todas as defesas do corpo.

18- Óleo essencial de louro

O óleo de louro é bem conhecido desde os tempos antigos. Ele melhora a digestão, alivia a dor de cabeça e febre. Em comparação com outros óleos, a sua capacidade antioxidante não é tão pronunciada. Mas, este óleo lida bem com a remoção de metais do corpo. Como o acúmulo de metais leva a doenças graves, este óleo merece um lugar na lista dos óleos com propriedades antioxidantes.

19- Óleo essencial de pimenta-da-jamaica

Este óleo é muito amado por cosmetologistas e perfumistas. É também atraente do ponto de vista medicinal, porque é capaz de reduzir significativamente os radicais livres no sangue.

Além dos óleos essenciais acima mencionados, os seguintes óleos têm propriedades antioxidantes:

  • Citronela;
  • Manjerona;
  • Erva-cidreira;
  • Gengibre;
  • Sempre-viva;
  • Ilangue-ilangue;
  • Palmarosa;
  • Tulipwood ou Tulipeiro.

Alguns dos óleos essenciais acima são bastante eficazes. Além do fato de que devem sempre ser diluídos com óleos transportadores, não se deve abusar deles. Por exemplo, o eugenol no óleo de cravo protege o fígado quando usado em pequenas doses, mas em doses mais altas ele pode suprimir suas funções e levar a problemas.

Como usar os óleos essenciais

Ao usar óleos essenciais como antioxidantes, você pode descobrir que alguns métodos funcionam melhor que outros. Na maioria dos casos, eles são usados difundindo os óleos através do difusor de uma lâmpada de aroma. Alguns óleos são mais eficazes quando usados externamente na pele ou até ingeridos.

No entanto, independentemente do método de aplicação, todos os óleos devem sempre ser diluídos primeiro.

Nem todos os óleos podem ser ingeridos.

E o mais importante: o óleo essencial deve ser de alta qualidade.

A maioria dos óleos da lista são ervas e temperos. Logo, eles geralmente podem ser ingeridos diretamente ou adicionados aos pratos (saladas, coquetéis).

Os óleos que serão usados em produtos para cuidados com o corpo ou em preparações médicas caseiras devem ser testados para sensibilidade antes do uso. Isso ajudará a evitar qualquer reação alérgica.

Com o uso tópico, você pode usar qualquer óleo vegetal como óleo base, por exemplo, óleo de coco, jojoba, semente de uva e outros. Alguns dos óleos transportadores também possuem propriedades antioxidantes.

Durante a gravidez, amamentação ou na presença de doenças crônicas, você deve consultar um médico correspondente.

Nunca se deve substituir um tratamento indicado pelo médico por óleos essenciais, apesar do fato de que poucos médicos estejam familiarizados com a aromaterapia e as propriedades dos óleos essenciais.

Compartilhe a natureza!

Deixe um comentário