Significados simbólicos do Puma: o mestre dos cânions

Publicado em 11 de setembro de 2017 por

O Puma, em sua essência, é o epítome do Guerreiro Espiritual. Capaz de perceber ameaças, recursos e de descobrir santuários seguros nos pedregosos cânions, ele possui a habilidade de criar abundância e prosperidade contínua para si mesmo como mestre de seu domínio.

Veloz e Furioso

Veloz e furiosa é a sua natureza. O Puma é capaz de pressentir o perigo e de se defender sinalizando o intruso das consequências de sua invasão, assim sendo, ele carrega o símbolo e energia da fúria em tudo que faz, pronto para liberar sem um momento de hesitação.

Intuitivamente sensitivo aos arredores, o Puma possui o poder da percepção, já que possui a habilidade de sentir qualquer atividade, mesmo que fora da sua linha de visão.

Essa percepção leva a uma avaliação sensorial extraordinária, e com isso, o Puma pode decifrar todos os fatores ambientais em seu território a nível sensorial e planejar um curso de ação decisivo de forma confiante e definitiva.

Mitologia Nativo Americana e o Animal de Poder Puma

Nos ensinamentos Nativo Americanos, o Puma possui os poderes de ser um líder, sendo também muito reconhecido por suas decisões precisas. Se o Puma é seu totem, você é naturalmente um líder e sabe discernir e aprender precisamente quando fazer um movimento ou quando observar silenciosamente, esperando pelo momento mais oportuno.

  • Dons: perceptividade, avaliação sensorial;
  • Energias espirituais: Guerreiro Espiritual, decisividade;
  • Magia: clarividência, Deusa-Mãe.

Mestre dos cânions

O espírito animal do Puma representa a fúria do espírito feminino e, com certeza, é o símbolo do furioso espírito dominante da Mãe. As Pumas fêmeas se portam como deusas, exalando a energia simbólica da Deusa-Mãe.

Publicidade

Como mãe, as fêmeas lutarão violentamente para proteger seus filhotes. Elas farão o que for necessário para prover a eles e se assegurar de que estão a salvo.

Com seus ferozes rugidos que podem ser ouvidos a milhas de distância, os Pumas são os Mestres dos Cânions. O totem do Puma é a personificação do ditado: “a fúria do inferno não se compara”. Seu simbolismo nos ensina a proteger o que nos é querido, a caminhar com confiança em tudo que fazemos e a saber onde e porquê estamos indo.

A mensagem da sua presença é simples e clara: “fique atento antes de se aproximar”.

Compartilhe a natureza!

Deixe um comentário