Golfinho, animal de poder símbolo do sopro da vida

O golfinho nos ensina que quando estamos sincronizados com os padrões e ritmo da natureza, aprendemos como realmente estabelecer uma comunicação com ela, ressonando e comunicando com o Tudo Que É e como compartilhar essa sagacidade com qualquer um que demonstre interesse.

Publicado em 30 de julho de 2017 por

Golfinho, animal de poder símbolo do sopro da vida, de amor, equilíbrio e comunidade

O golfinho nos ensina que quando estamos sincronizados com os padrões e ritmo da natureza, aprendemos como realmente estabelecer uma comunicação com ela, ressonando e comunicando com o Tudo Que É e como compartilhar essa sagacidade com qualquer um que demonstre interesse. Há aqueles que acreditam que os golfinhos são mais inteligentes que os humanos. Especialmente quando se trata de amor. Alguns creem que eles são muito mais envolvidos que nós, especialmente a nível espiritual, enquanto outros os tem como alienígenas de outra dimensão.

Os golfinhos estão relacionados ao Sopro e à libertação das emoções, que são profundamente conectados. Um dos fatores mais importantes no crescimento espiritual é a entrega à liberdade em nome da experiência completa no que se refere a sentimentos e emoções. Frequentemente, emoções negativas –tristeza, dor, raiva, luto –são suprimidas, já que não queremos ser parte delas e nos separamos. Devemos parar de fazer isso, já que só cria espaço para resultados desagradáveis. Precisamos sentir nossos sentimentos e entender que, ao suprimi-los, eles não vão embora. Eles permanecem ali, mesmo que de forma subconsciente, manifestando energia bloqueada. Se esse bloqueio não for removido, pode gerar desequilíbrios físicos, tanto dentro quanto fora de nossos corpos. Além disso, bloquear essas emoções negativas pode levar à perda da capacidade de sentir, fazendo-nos perder boa parte da alegria da vida. Fazendo-nos mortos para o mundo.

Respirar de forma leve e ritmada é conversar com o mundo exterior. Quando as pessoas sentem que o mundo de fora é uma fonte de dor, elas aprendem –muito frequentemente nas fases iniciais da vida –a constringir sua respiração. O diafragma foi feito para auxiliar na respiração e para nos fazer sentir profundamente, mas se torna suprimido. Quando aprendemos a respirar profundamente, aprendemos também a sentir profundamente, deixando ir os sentimentos antes presos. Um jeito de fazer isso é copiando o padrão dos golfinhos de respirar, um ótimo alívio! Eles respiram profundamente, segurando o ar quando submersos, e então liberando-o vigorosamente. Viver na água é uma importante característica do golfinho, já que em muitos sistemas de crença, a água é relacionada aos sentimentos e emoções.

Se o golfinho nada na sua vida, ele está lhe pedindo para libertar as águas, tanto psicológicas quanto físicas, nadando livremente e seguindo o curso dos sentimentos naturais. Eles está lhe mostrando como entrar nas águas da vida e então, com o ar e o som, chamar quando você mais precisar ou desejar. Os golfinhos usam uma variedade de assovios, grunhidos, cliques e posturas para se comunicar. Eles possuem assovios únicos e pessoais que emitem quando querem chamar a atenção de outro golfinho. O som é a força criativa da vida e uma boa parte da vida desses animais, portanto, ele precisa também ser parte da sua existência. Se comunique com todos aqueles que fazem parte do Tudo Que É. Criar sons interiores ajuda na manifestação externa. Se o golfinho é seu animal de poder, você pode se sair bem usando a voz para a cura ou comunicação, quer seja incorporando essa habilidade em um trabalho ou apenas como hobby, até mesmo no dia a dia com aqueles mais próximos e queridos por você.

Golfinhos possuem uma forma sábia, inocente e pura de viver, que alcança nossa natureza interna. Siga sua liderança e se abra para a energia do amor, da harmonia e do equilíbrio. Expresse sua verdade interior, seja honesto consigo mesmo, siga sua alegria interna. O golfinho está lhe dizendo para retornar às raízes, para as profundezas do seu ser e redescobrir o amor que está em você.

Os golfinhos passam a maior parte do dia brincando. Suas vidas são vividas em uma harmonia alegre entre si e com o mundo. Aparentemente, eles aprenderam que o amor é a lição mais importante da vida. Se o golfinho é o seu animal de poder, ele pode estar lá para ensiná-lo a amar mais a si mesmo e ao mundo. Boa parte da medicina do golfinho é viver em comunidades equilibradas e harmoniosas. Eles vivem em grupos grande que podem chegar a até 100 indivíduos. Fêmeas dão luz a um único filhote, com vários integrantes do bando ao redor dela, ajudando-a ao puxar o filhote para fora. Eles podem protege-lo de qualquer perigo iminente. Se algum integrante do grupo estiver machucado ou doente, outros golfinhos o ajudam, levantando-o à superfície para respirar.

Publicidade

A Sabedoria do Golfinho inclui mudança, harmonia, sabedoria, equilíbrio, conhecimento do mar, habilidades de comunicação, liberdade, confiança, entendimento do poder do ritmo na vida, o uso da respiração para libertar emoções intensas, a magia da água, altruísmo e conhecimento do mar. O golfinho nos lembrar de sair, brincar e mais importante, de respirar.

Compartilhe a natureza!

Deixe um comentário