Pêndulo para adivinhação

Nenhum atributo mágico tem o próprio conhecimento do futuro ou do passado. Runas, pêndulos, cartas ordinárias ou Tarô são apenas condutores de informação,

Publicado em 22 de novembro de 2018 por

Nenhum atributo mágico tem o próprio conhecimento do futuro ou do passado. Runas, pêndulos, cartas ordinárias ou Tarô são apenas condutores de informação, intimamente ligados com o dono através de um canal energético. Ao planejar fazer um pêndulo para adivinhar, você deve escolher materiais que tenham um valor positivo especial para você.

As sutilezas de fabricação

O pêndulo tradicional consiste de duas partes: uma parte intermediária móvel (uma corda, uma corrente ou um barbante) e a parte final (o próprio ponteiro). Existem várias regras técnicas que tornarão o trabalho com este ajudante o mais conveniente possível.

O comprimento do fio não deve ser inferior a vinte centímetros, pois, caso contrário, não será muito confortável usar o pêndulo. O tamanho ideal pode ser estimado pelo seu antebraço: prenda o fio preparado nos dedos da mão e certifique-se de que a outra ponta esteja aproximadamente no nível do seu cotovelo.

O ponteiro precisa ter peso suficiente para puxar a linha na posição vertical. Isso significa que papel e têxteis não funcionarão para esse fim. O pêndulo não pode balançar de um lado para outro com a menor brisa, mas o peso deve ser adequado à força do cordão. Caso contrário, o fio pode simplesmente quebrar.

A forma não é tão importante, mas é melhor que seja oval ou em forma de lágrima, porque desse jeito, será mais conveniente trabalhar com o pêndulo. Fora disso, não há restrições (nem na aparência, nem na finalidade usual do objeto).

Para garantir que a ferramenta não esmigalhe durante o uso, o ponteiro precisa ser fixado muito bem. A melhor opção é um objeto com um buraquinho, através do qual você pode passar o fio.

Publicidade

Escolhendo cuidadosamente o material

Publicidade

Ao decidir como fazer um pêndulo para adivinhação, pegue algo que tem um significado sagrado para você. Isso não quer dizer que o objeto deva ter uma conexão ao mundo da magia, mas ele deve ter a própria história. O ideal é um objeto que pertence à família por várias gerações. Outra opção é uma bugiganga bonitinha que traz boa sorte, ou um amuleto de pedra.

Tecnicamente, o processo de criar esse atributo mágico parece muito simples, mas há outro ponto que é muito importante: a sensação intuitiva de que o objeto selecionado esteja pronto para trabalhar com você. Antes de pedir ajuda, seu pêndulo deve ser segurado nas palmas de suas mãos. Tente sentir a energia dele e recarregue-o com sua própria. As respostas corretas serão obtidas se uma conexão for estabelecida entre o proprietário e o objeto dele.

Compartilhe a natureza!

Deixe um comentário