7 presságios que anunciam a Noite Sombria da Alma

Noite Sombria Alma Espiritualidade Depressão Xamanismo

Publicado em 10 de abril de 2019 por

Noite sombria da alma é um estado espiritual que vai te mostrar o que ainda tem que ser mudado e purificado em você.

“Do sofrimento emergiram os espíritos mais fortes, as personalidades mais sólidas estão marcadas com cicatrizes.”

Khalil Gibran

Ainda que todos nasçamos com almas, alguns não sabem como incorporá-las completamente e integrá-las à nossa experiência humana. A verdade é que em nosso mundo moderno, vivemos EGO-centricamente e não ALMA-centricamente.

Magos, santos e xamãs ao longo da história se referiram à nossa luta como humanos de diferentes formas – mas todos eles destacaram a necessidade de crescer conscientemente para alcançar nosso potencial divino.

Uma dessas pessoas foi São João da Cruz, um monge espanhol criador do termo “Noite Escura da Alma” (“Noche Escura”, o nome de um de seus poemas) baseado em sua própria experiência mística.

Publicidade

Atualmente, o conceito de Noite Escura da Alma passou a ser usado de uma forma muito mais abrangente. O que uma vez foi um termo reservado a pessoas passando ativamente por uma Jornada Espiritual, agora se tornou um rótulo para qualquer coisa, indo de maus dias e um período de depressão à morte de algum ente querido.

Mas afinal, o que é a Noite Sombria da Alma?

A Noite Sombria da Alma é um período de completa desolação, desconexão e vazio espiritual no qual o indivíduo se sente totalmente separado do Divino. Aqueles que passam pela Noite Sombria se sentem completamente perdidos, sem esperança e consumidos pela melancolia – nesse contexto, a Noite Sombria pode ser relacionada a uma severa depressão ESPIRITUAL.

Noite Sombria  Alma Espiritualidade Depressão Xamanismo

7 presságios que anunciam a Noite Sombria da Alma

“Eu sou uma floresta, sem dúvida, e uma noite de árvores escuras, mas quem não teme minha escuridão encontra também roseiras debaixo dos meus ciprestes.”

Assim falou Zaratustra, Friedrich Nietzsche

“Qual a diferença entre a Noite Sombria e a Depressão?” Você pode estar se perguntando.

Mesmo no Séc. XVI, São João da Cruz estava passando por grandes dificuldades para distinguir a Noite Sombria da depressão.

Afinal, os sintomas da Noite Sombria não são assim tão diferentes da depressão. Mas enquanto a depressão pode ser psicológica/neurológica/biológica, a Noite Sombria é o arauto de uma mudança profunda dentro do ser conhecida como transformação espiritual.

Aqui estão os 7 “sinais” de que você pode estar passando pela Noite Sombria da Alma:

  1. Você sente um profundo sentimento de tristeza, que frequentemente culmina em desespero essa tristeza é frequentemente desencadeada pelo estado de sua vida, humanidade e/ou pelo mundo como um todo.
  2. Você sente uma sensação aguda de inutilidade.
  3. Você tem o constante sentimento de estar perdido ou “condenado” a uma vida de sofrimento e vazio.
  4. Você possui um doloroso sentimento de impotência e desesperança.
  5. Sua vontade e autocontrole ficam enfraquecidos, tornando difícil para você agir.
  6. Você não sente interesse e não encontra alegria em fazer coisas que outrora lhe agradavam.
  7. Você sofre pela perda de algo intangível e sente falta de um lugar distante ou deseja irracionalmente “voltar novamente para casa”.

Publicidade

A principal diferença entre a depressão e a Noite Sombria é que a depressão geralmente é autocêntrica, ao passo que a Noite Sombria tem uma natureza filosófica e é acompanhada por reflexões existenciais tais como “Por que estou aqui?” e “Qual é o meu propósito?”

Além disso, quando a depressão termina, nada muda muito na sua vida em termos de suas crenças, valores e hábitos. Contudo, quando é a Noite Sombria que termina, tudo em sua vida é transformado, e ela se torna novamente maravilhosa.

Noite Sombria  Alma Espiritualidade Depressão Xamanismo

Porque sofrer é necessário

“O sofrimento é o meio pelo qual existimos, porque é o único responsável por termos consciência de existir.”

Oscar Wilde

O psicólogo polonês Kazimierz Dabrowski criou o termo Desintegração Positiva, que vê a tensão e a ansiedade como necessárias para o processo de amadurecimento psicológico e espiritual. Em outras palavras, é a fricção em nós que faz com que o espelho de nossas almas fique polido o suficiente para que tenhamos um vislumbre de nossa Verdadeira Natureza.

É comum ouvir pessoas falarem da Noite Sombria como algo que elas devem “consertar”, ou como algo pelo qual “elas passaram, mas que agora acabou, Graças a Deus”. Mas o que essas pessoas pensam que a Noite Sombria é, pode ter sido apenas um vislumbre da escuridão contida em si, especialmente quando essas mesmas pessoas pensam de forma centrada no ego sobre isso – como se fosse alguma medalha de honra.

Impacto duradouro

Uma verdadeira Noite Sombria deixa um impacto de longa duração para trás: ela te muda completamente, de forma que quando você finalmente sai dela, você descobre que algo sempre lhe é tirado (para o seu bem), tais como suas crenças, percepções, o antigo sentido que você deu para a vida, ou, em raros casos, seu ego. A metafísica Anand Coomaraswamy coloca da seguinte forma: “Nenhuma criatura pode alcançar um nível mais alto de natureza sem deixar de existir”.

Você alguma vez viu uma borboleta sair do casulo? Ela deve lutar para fortalecer suas asas. Se alguém a livra prematuramente de seu casulo, então a criatura se torna incapaz de voar porque seu momento crucial não ocorreu.

O mesmo acontece com as árvores, que precisam do vento para construir sua força estrutural para se manterem firmes.

A sua Noite Sombria é o vento, o seu casulo. É a morte da parte de seu ego que não o deixa incorporar completamente sua alma.

Se tentar evitar o trabalho duro, como colocou Ananda, “deixar de existir”, ou quebrar suas próprias estruturas de confinamento, você não será capaz de integrar sua natureza essencial à sua existência.

Noite Sombria  Alma Espiritualidade Depressão Xamanismo

A Noite Sombria e o processo de Despertar Espiritual

Para os humanos, o prospecto de mudança é algo a ser evitado e resistido porque é território desconhecido. Ele é temido. É por essa razão que precisamos passar pelo nosso Despertar Espiritual.

Existem três formas através das quais pode ocorrer o Despertar Espiritual:

  1. a primeira delas é nas mãos de um sábio espírito que ensina;
  2. a segunda, através do impulso espiritual de pessoas com a alma madura o suficiente para tal;
  3. e a terceira é espontaneamente através da experiência de vida.

Despertares espontâneos chegam de vários modos: um diagnóstico terminal, a velha idade, uma experiência de quase morte, um acidente físico, a perda de um ente querido, um rompimento romântico, a destruição de seu lar ou terra natal, depressão suicida ou a completa perda de sua fé religiosa.

Presságio de mudança

A Noite Sombria é um presságio de mudança. Ela nos deixa saber que não podemos continuar vivendo da forma como estivemos. Não há crescimento, não há despertar na vida, para a vida, sem que primeiro vejamos e reconheçamos nossos desapontamentos existentes.

Reconhecer nossos desapontamentos significa nos tornar conscientes do profundo sentimento de “incompletude” que nós temos carregamos. Significa nos tornar conscientes de que algo está faltando em nossas vidas. Aqueles que passaram, ou estão atualmente passando por uma Noite Sombria da Alma saberão que algo muito fundamental em seu núcleo está for a de foco ou faltando completamente em suas vidas. Aqueles passando por esse período sentirão que muito mais é possível, mesmo que ainda não entendam o que, exatamente, significa esse “muito mais”.

Efeito halo

Uma das razões mais comuns pelas quais ocorrem Noites Sombrias (ou pela qual são prolongadas) são experiências místicas, ou pequenos vislumbres do Divino, aos quais professores espirituais frequentemente se referem como “graça” ou samādhi. Logo depois, a pessoa “perde” essa experiência, e é novamente levada à infelicidade. Esse é o chamado “efeito halo”.

Por que o “efeito halo” acontece? Ele ocorre pelo duro contraste entre a redescoberta do Ser Divino e o retorno à tormenta e desconexão do Ego. Para uma pessoa Espiritualmente Madura, o efeito halo estabelece o estado para um futuro encontro com o transcendental, com Deus.

Contudo, para um indivíduo menos preparado, o vislumbre do Divino desperta ainda mais angústia à medida que antigos hábitos, obsessões, pensamentos e comportamentos reaparecem. Agora, essa pessoa percebe que tem uma longa, complexa e exigente tarefa de purificação e transformação à sua frente.

Solutio

Em Alquimia Espiritual, existe uma palavra para essa experiência chamada “solutio”: colocar todas as coisas difíceis nas águas da reflexão (suas ideias, hábitos, etc), onde elas se dissolvem e se desfazem, se mostram de verdade e lhe dão a oportunidade de um novo começo.

A solução para o sofrimento e desconexão com o reino divino pode ser qualquer método de cortar, desalojar, desintegrar e limpar peças antigas de sua vida, para que assim, você possa recomeçar.

Essencialmente, a Noite Sombria é um processo de trocar sua velha casa e sair em busca de uma nova. Compreensivelmente, esse processo requer um grande salto de fé em direção ao desconhecido que pode vir a um ritmo um tanto repentino e amedrontador.

Se você acha que pode estar passando por esta jornada, é importante entender que muitos de nós já estivemos onde você está. Muitas pessoas ainda estão. Não há mapas, apenas a bruxuleante luminescência de sua Alma para mostrar o caminho.

Eu espero, do fundo do meu coração, que você tenha sucesso na sua empreitada.

Noite Sombria  Alma Espiritualidade Depressão Xamanismo

Meditação da Noite Sombria da Alma

Enquanto cada experiência da Noite Sombria da Alma é diferente, uma coisa em comum é o caminho da iniciação. Você está no escuro para que possa entender o que é a Luz. Você está desconectado para que possa aprender o que é Conexão. Você está perdido para que possa encontrar seu caminho de volta para casa. Se essas explicações da Noite Sombria não lhe servem, encontre você mesmo seu próprio significado para ela. Você deve ser aquele a dar simbolismo à sua jornada.

Se você leu até aqui, provavelmente está buscando por uma ajuda adicional, e isso é completamente compreensível. Contudo, a Noite Sombria da Alma é uma complexa e profunda experiência que não pode ser resolvida através da leitura de um manual. O que podemos oferecer é uma simples meditação através da qual você pode encontrar alívio temporário.

Quando você conseguir acumular energia suficiente, tente experimentar a seguinte meditação:

Encontre um lugar quieto no qual você não será perturbado. Se preferir, pode colocar alguma música suave para estabelecer um clima. Deite-se e feche os olhos. Por um minuto ou dois, foque-se na sua respiração. Sinta seu peito subindo e descendo.

Uma vez que você se sinta conectado ao seu corpo, mude seu foco para a criação de uma imagem de si mesmo em uma caminhada através de uma floresta escura. Imagine que você está olhando para cima para ver os galhos entrelaçados da floresta.

Como essa floresta faz você se sentir? Está frio, quente, seco, úmido? Você pode cheirar, sentir ou sentir o gosto de algo?

O lobo

Conforme você estiver caminhando através da escura floresta, o caminho em sua frente parece interminável. A atmosfera parece mortal e melancólica. De repente, um grande lobo branco surge das árvores. Ele olha para você com olhos inteligentes e gentis e começa a acompanhá-lo conforme você caminha.

Seu sentimento de solidão muda suavemente à medida que você aproveita a companhia de seu amigo animal. De súbito, o lobo ao seu lado para e encara intensamente as escuras árvores à sua frente. Você olha adiante, mas não pode ver nada além de sombras escuras. O lobo então levanta a cabeça e solta um uivo.

Os pelos da sua nuca se arrepiam. Pouco depois que o lobo para de uivar, uma luz branca lentamente emerge das profundezas da floresta. Inicialmente, ela é pequena, mas conforme você anda em direção a ela, a luz se torna maior e mais brilhante. Um sentimento de esperança começa a preenchê-lo.

Quanto mais próximo você chega da luz, mais aberto e expansivo você se sente. Você corre. O sentimento é incrível! Muito atrás de você, o lobo branco uiva novamente. Um sentimento de selvageria e liberdade começa a te aquecer por dentro.

Sendo o lobo

Conforme você continua a correr, a luz começa a consumir sua visão. A floresta negra começa a desaparecer rapidamente. Ao olhar para baixo, você percebe que suas pernas são as patas de um lobo – sem se dar conta, você passou por uma transformação completa – e é libertador! Você continua correndo e uiva alto.

O agudo som do uivo dissolve toda a desesperança, tristeza e escuridão deixadas em você. O uivo o purificou completamente. Tudo que restou é pura luz, amor, esperança, poder e paz. Você se sente vasto e aberto. Você está livre!

Aproveite o sentimento de liberdade por quanto tempo desejar. Quando estiver pronto, mexa levemente seus dedos das mãos e dos pés e retorne ao quarto. Se quiser, escreva sobre a experiência.

Sinta-se livre para recordar a visualização. Peça para que alguém gentilmente leia o que você escreveu, ou mude a meditação da forma que preferir.

Compartilhe a natureza!

Deixe um comentário